<%response.buffer=true%> <%Session.LCID=1036%> <% dim regiao regiao=request.querystring("regiao") if regiao = "" then response.redirect("regiao.asp") end if %> .: LGE "Gerando Energia" :.
  Português

Seja bem-vindo!!!

.: A caminho da ISO 9000
.: Dicas :.
Os aparelhos e as tomadas
Nem todos os aparelhos elétricos precisam de fio terra. Isso ocorre quando eles são construídos de tal forma que a quantidade de elétrons "fugitivos" esteja dentro de limites aceitáveis. Nesses casos, para a sua ligação, é preciso apenas levar até eles dois fios (fase e neutro ou fase e fase), que são ligados diretamente, através de conectores apropriados ou por meio de tomadas de dois polos.

Por outro lado , há vários aparelhos que vêm com o fio terra incorporado, seja fazendo parte do cabo de ligação do aparelho, seja separado dele .Nessa situação, é preciso utilizar uma tomada com três polos (fase - neutro - terra ou fase - fase - terra) compatível com o tipo do plugue do aparelho, ou uma tomada com dois polos, ligando o fio terra do aparelho diretamente ao fio terra da instalação.

Como uma instalação deve estar preparada para receber qualquer tipo de aparelho elétrico, conclui-se que , conforme prescreve a Norma Brasileira de Instalações Elétricas (NB3), todos os circuitos de tomadas de uso geral e também os que servem a aparelhos específicos (como chuveiros, ar condicionados, microondas, lava Roupas, etc), devem ter um fio terra ligado.
A ameaça das Harmônicas e suas soluções.

Os transformadores, geralmente utilizados como elementos de modificação de tensões e correntes, também são empregados em algumas ocasiões para modificar o regime do neutro da instalação, para isolar galvanicamente trechos de circuitos ou ainda como medida auxiliar na proteção contra contatos diretos.

Mais recentemente, os tranformadores vêm sendo também aplicados na área de Harmônicas, sobretudo por sua propriedade de poder isolar as cargas da fonte.

Dependendo da forma como são ligados os enrolamentos primário e secundário de um trasformador, ele torna-se mais adequado para o confinamento de certas ordens de Harmônicas.

Com isso, é possível confinar os equipamentos problemáticos em termos de geração de Harmônicas, em um dado setor da instalação, evitando que os mesmos prejudiquem o restante do sistema a montante do transformador.

Para maiores informações


LGE ELETRÔNICA LTDA
A caminho da ISO 9000